sexta-feira, 20 de maio de 2022

MEu RObÔ

Nesta Seção "MINIMAL VÍDEOS" Em Casa, MoNTAGE Apresenta shorts especiais.

Assista melhor em "Loop": Pressione os vídeos para abrir a aba e clique em "Loop".


Eles já estão chegando! E será que estamos preparados? Ainda não vi nenhum andando pelas ruas, como nos filmes. Quando acontecer qual vai ser minha reação? Espero que a melhor possível. Há anos venho me preparando pra isso. Tomara que seja tudo muito tranquilo e ninguém estrague este tempo, criando problemas, tempo de mudanças radicais. Nem por parte dos usuários e nem pelo lado dos programadores desenvolvendo serviçais bizarros para necessidades decadentes. Isto é a única coisa que eu temo em relação a produção de Robôs e Androides. 


Atualmente, toda ciência que envolve informática acaba se tornando tecnologia de ponta. Para baratear o elevado custo das pesquisas, os produtos são produzidos em massa e não será diferente quanto os Novos RoBÔS, portando Inteligência Artificial.  Salvo o pequeno período de implantação dos primeiros modelos mais caros, logo poderemos ter o nosso RoBÔ doméstico particular. Esta política atual de venda, para obter compradores investe totalmente nas preferências e ideais do público. É aí que temos vantagens e também começa a  responsabilidade sobre "Como Eles Serão".



Anos passados, há poucas décadas a preocupação do público era o aumento do desemprego caso eles começassem a ser produzidos em massa. Assim como ocorreu devido as máquinas que surgiram substituindo dezenas de trabalhadores. Mas hoje, parece que a nova versão para o uso dos robôs é usá-los para auxiliar trabalhadores em tarefas desgastantes, tornando os profissionais em operadores mais especializados. Ou, os robôs trabalharão em funções tão desprezadas pelos humanos, que dificilmente apareça mão de obra interessada. A medida que a população vem se instruindo muito rápido, talvez isso comece a acontecer em breve. Bem, mas será apenas uma questão cultural variável típica de cada região e não dá para prever. O que é claro para todo mundo é a certeza de já ir se acostumando com a ideia. De repente vamos começar a cruzar com eles por aí, por isso é melhor também tratar de se educar pra saber lidar com a situação.


Todos nós vamos ter o nosso dia "D", o dia que faremos o primeiro contato público com a máquina inteligente. Depois disso a tendência será cada vez mais aumentar o número de robôs circulando. Lembre-se desde agora, que por mais interessantes e inteligentes, eles não são humanos e vamos ter que aprender a se comunicar com a máquina sem exigir demais de sua compreensão, pois até que a ciência evolua a sensibilidade do Android, enquanto esteticamente a cada dia se iguale mais a um ser humano, os primeiros Androides estarão anos luz de distância de compreender nossa complexidade. Teremos que facilitar desenvolvendo um diálogo próprio para se falar com eles. Eu espero que os fornecedores de cada tipo, além do manual de instrução que acompanhará os modelos, forneçam também um "Guia de Como Conversar Com Seu Androide". Deveria até ser criada uma linguagem universal e uma cartilha para o uso de robôs públicos. Contudo nós gostamos de imaginar e romantizar a presença ideal e companheira dos Robôs na nossa vida doméstica. Tornar o relacionamento menos frio e calculista vai ser o dado mais importante que pesará na programação de cada empresa, para convencer e haver mais aceitação e interesse em ter Robôs em casa. Para algumas pessoas, o aperfeiçoamento do lado psicológico embutido na personalidade do Robô capaz de criar vínculos e até dependência robótica, a princípio leva a pensar que seja uma estratégia de venda, nociva à sociedade. Porém, já que vão existir mesmo, super povoando o espaço, será também o meio de estimular as empresas na melhoria da Inteligência Artificial e quem acaba lucrando com isto é o consumidor. Os Robôs podem também ser vistos como objetos comuns, desligáveis. Desativados igual qualquer aparelho. Tal função trará real conforto ao usuário que queira manter a privacidade inabalável. Assim que for religado ele obedecerá aos comandos solidários exigidos no lar, valorizando cada indivíduo residente. Quanto ao próprio Robô, alimentar sua programação com mimos, conversas casuais e informações nos dará a sensação de estar vivendo um relacionamento real, mesmo tendo consciência que tudo é fantasioso. Ao mesmo tempo isto vai sempre atualizá-lo em termos de acompanhamento da nossa evolução e reconhecimento da nossa personalidade. Rapidamente ele aprenderá nossas mudanças de humor e como se comportar adequadamente em situações diferentes. 

Muita coisa virá pela frente sobre as responsabilidades e formação das características exigidas nas diferentes atividades que eles irão ocupar. Só mesmo a vivência e o tempo trará as dúvidas e respostas. Talvez tudo se modifique completamente e Robôs até deixem de ser importantes se mudarem as tendências humanas e as sociedades se inclinarem a viver de outras maneiras. Por enquanto, enquanto toda novidade é pouca, afim de estimular o gosto pelo futurismo trouxemos estes vídeos de entretenimento:

"Aprenda a Fazer Uma Festa De Aniversário Para O Seu Androide"


Assista em "Loop": Pressione os vídeos para abrir a aba e clique em "Loop".

"Felizes Entre RoBÔS"

A convivência pacífica entre RoBÔS e Humanidade, também é uma questão de já ir se adaptando. 



"Pense Bem" antes de iniciar uma "briga" séria com um RoBÔ. 

Ópera Opéra: Numa plataforma RobÔ 
Besteirol - Não é culpa do robô" 

O mundo já está muito evoluído mas é preciso ficar atento ao universo automatizado, afinal nem tudo é culpa do robô! Besteirol HQ animado.

Animação divertida em shorts, criada com emojis e vozes de Inteligência Artificial. 


quarta-feira, 18 de maio de 2022

SUPER HERÓIS, CHIPS & VILÕES!

 Esta é mais uma SeÇãO "FALANDO SÉRIO" MoNTAGE.


"Mas afinal, por que alguém vai querer implantar CHIP no cérebro para potencializar suas atividades cerebrais? Porque desde que, o mundo é mundo para a humanidade, que as pessoas aprendem experimentando também. Foi experimentando que os humanos aprenderam a comer, identificando o que era comida. Comiam, morriam envenenados e comendo se sentiam alimentados, sobrevivendo mundo afora. Também experimentando se descobriu os primeiros remédios e os primeiros venenos. 

Agora, todos andam muito empolgados com os avanços tecnológicos, as opiniões se dividem e alguns começam a acreditar na implantação de CHIPS cerebrais, fiéis a ideia já implantada, de que tal elemento a mais poderá aperfeiçoar ou evoluir a inteligência. Haverá mesmo vantagem? E quais serão os riscos das desvantagens? Se tratando de novidades e experimentos a resposta é sempre a mesma, vivendo e aprendendo seja por necessidades, curiosidades ou especulações. Seja também por ideologias para melhorar a qualidade de vida. Para expressar nossas bases teóricas ideológicas usamos estudos e postulados científicos, ensaios e ficção. E foi por meio da ficção que fica claro, todas as últimas idéias inovadoras sobre ciências se espalharam. Muito antes, até mesmo dos estudos. A ficção também é responsável por antever todos os problemas e perigos que podem ocorrer. É erro grave, homens de ciências e seguidores apaixonados, ficarem cegos e dispensarem todas as "prescrições", quanto ao uso destas ideias. Lembrando que por trás das facetas dos autores, existem pensadores profundos, vale a pena recapitular, consultando nossos velhos gibis e bibliotecas de livros de ficção. Podes crer, está tudo ali. Vejamos por exemplo o que aprendemos com os Super Heróis:

Para cada Super Herói criado, se ergueu um Vilão super poderoso destruidor. 

Para cada poder especial do herói, aparece um opositor também "super bem dotado". 

E a lição é clara e simples, a diferença entre um e outro está no caráter de ambos. O herói é o ser de bom caráter, ele usa as habilidades em favor das virtudes. Já o vilão, de caráter maldoso vai usar seus recursos para o mal.

Expandir a inteligência humana só é possível e real se ela mesmo se auto expande naturalmente. A ignorância, ou uma inteligência mal dirigida, não gera elevação, ao contrário seu movimento retroativo é capaz de aumentar prejuízos.  

Qualquer dispositivo artificial, ajuda a potencializar apenas os nossos atributos. Mas o caráter individual ou coletivo é sempre o que determina se a atividade é produtiva ou improdutiva, evolutiva, destrutiva ou estagnária.

Isaac Asimov quando escreveu os livros de ficção, "Eu Robô, Os Novos Robôs e Nove Manhãs", sobre Robôs dotados de Inteligência Artificial, descortinou muito detalhadamente em cada conto isolado as probabilidades e possibilidades, quase esgotando o assunto. Em essência, sua obra é uma aula de vida futura que está longe de ser superada apesar de que este futuro já esteja se concretizando ao nosso redor.  

Quanto a realidade que atualmente vivemos, fora da ficção e sem querer estacionar a evolução, paralelamente o que se vê claramente é uma humanidade que já aperfeiçoou muitas ciências mas ainda não faz uso da maioria, deixando as conquistas de fora do usufruto da coletividade. Talvez isto ocorra na história do hoje, devido hoje o desenvolvimento das ciências exatas serem de fato melhor absorvidos e aceitos enquanto que as ciências humanas ainda não foram bem digeridas e compreendidas por todos ou por uma expressiva maioria. Mais uma prova, que nem sempre é por falta de recursos que se vive melhor. As riquezas coletivas que já existem são mal administradas ou mal distribuídas. Isto pode levar ao temor coletivo, ao sentimento de perda e logo transparece na descrença dos investimentos da ciência. 


MoNTAGE

Documento 2022

Br



Música: Homem-Aranha - Jorge Vercillo




segunda-feira, 16 de maio de 2022

INDO PARA MARTE : INDO PARA A LUA

 Por: TCP


Desde que o Homem começou a projetar suas ideias na ficção, cedo demonstrou seu grande interesse nas viagens espaciais. Tantas obras de arte já foram realizadas com este tema, em literatura e cinema, música, imagens e outras mais que, não vale citar nenhuma em especial para não fazer injustiça com as milhares que existem. Finalmente fora da ficção, nestes últimos tempos a humanidade se prepara para migrar do planeta e ir morar em Marte e na Lua, o que para muitos não causa nenhum espanto, pois tudo que a humanidade imaginou e a ciência aprovou, já foi feito. As pessoas que apreciam as aventuras da ficção, mas não são criadoras ou idealizadoras, costumam se impactar quando as coisas começam a sair do papel e se tornam realidade, mas depois acabam se acostumando e às vezes até participando. Basta ter um espírito aventureiro. Devemos apenas encarar os fatos que mais cedo ou mais tarde isto iria acontecer e lidar com a situação com naturalidade. Quer saber mais sobre o assunto, com detalhes e ideias para estes novos mundos? Clique na imagem do MI e dO AU, membros da SUcAta EsPertA se divertindo no METAVERSO MoNTAGE!


CONCLUSÃO:

E assim "Pulando De Galho Em Galho" segue a humanidade.


domingo, 15 de maio de 2022

A tEORIA dA CoNsPIRAÇãO! por:tCP

 

Esta é mais UMA COMEMORAÇÃO Do CLUBE Do SoRRIzO! 

MoNTAGE: Depoimento documento 2022.

Queridos leitores,

_ Ou eu sou mesmo "tapada das ideias", ou é mesmo real tudo que já foi dito sobre a Teoria Da Conspiração. Daí prefiro aceitar as duas opções e aproveito para Comemorar em público com Vocês, os dois acontecimentos memoráveis deste mês de maio:

Primeiro, o meu Aniversário de 67 anos! Somando seis mais sete (6+7), de acordo a numerologia, temos o ARCANO 13. E como vocês sabem é um número muito duvidoso, de Sorte ou Azar. Eu prefiro a Sorte mas já que  efeitos da tal Teo..dA..Consp, passa por aí, é melhor me preparar. 


Em Segundo, assumindo as conclusões acima e antes que eu seja abduzida por eTS, interessados no estudo do meu Cérebro, venho conferir a mim mesma o DiPLOMA dE BuRRA, agora formada e preparada para desistir ou assumir de vez a Carreira de "Sociologopata".


Antes que alguns queiram contestar esta minha declaração, em meu favor e para análise sobre os fatos, aponto a seguir vários links, onde eu TCP, Apresentadora de tV,  às vezes pseudofilósofa, observo, contemplo, medito,  escrevo e demonstro ideias e ideais voltados as evoluções das naturezas sociais. Ora, vocês todos podem concluir que ao longo das décadas nenhuma desta ideias deram totalmente certo! Antes da Internet e dentro da Web também. Basicamente tudo onde apostei "minhas figurinhas", já foi por água abaixo, se desativou ou se deformou. Ainda bem que, no meio dos invisíveis fantasmas, algumas edificações edificantes permanecem sólidas e bem sucedidas. E rezo para que o Cosmo conspire em nosso favor, combatendo tais forças contrárias. Veja e Leia, Os liNKS: 





☁️ Como os textos são "Ensaios" em formato de "Crônicas", alguns estão guardados em "nuvem". Basta clicar nas imagens ou nas indicações para acessar.

Apesar deste discurso derrotista reconheço que talvez as minhas atuais desilusões sejam derivadas de um grande otimismo e entusiasmo. Longe de culpar taxativamente a minha inteligência ou alguma coisa, pelo menos já aprendi nesta lição que é melhor mediar e analizar seja o que for por dois lados contrários. Afinal, se "o povo aumenta mas não inventa", deve haver mesmo algumas verdades ocultas por aí. Pesa também o fato, da TEiMoSIA humana e como sou também, já estou bem favorável ao METAVERSO, que é novidade ainda em estudo. Mas, ah, ah, desta vez estou bem menos impulsiva. Reflita comigo no próximo Post! 

COMeNTÁRIOS:

Apresentadora LULU: _ Nós do MoNTAGE EcOLÓgiCA, não concordamos. É uma grande injustiça contra os BuRRoS, animais tão inteligentes que ao menor sinal de PERIGO, EMPACAM!

TCP: Perdão! Foi uma GROSSERIA de minha parte. Na verdade, uma "Brincadeira de Mal Gosto".

LULU: _ Desculpas aceitas, mas que NÃo se REPITA. NÃo queremos "mal goshts"por aqui!

BASTIDOREs: _ GOshtS Não, Lulu minha filha! GOSTO! A palavra é "Gosto"!!

LULU: _ Desculpe! Foi Mal!

BuRRO: _ "Errar é humano".
                                 ...............

FALaNDO SÉrIO: METAVERSO - UMA BOA SAÍDA

 Estou aqui escrevendo desejando do fundo da alma e do coração que mais cedo do que se espera, todos estes recursos, frutos da ascendência das nossas inteligências ajudem a solucionar os graves problemas que assolam a humanidade. Fome, desemprego, guerras, tragédias existências, espero que tudo isso possa ser reduzido ou minimizado ao máximo. Quem sabe, seja mesmo a formação de uma civilização mais evoluída mentalmente, capaz de gerar momentos de mais felicidade coletiva. É o que desejo a todos nós!

Sobre o METAVERSO preparei esta CrÔNiCa, guardada em ☁️, que em essência mais parece um EnSaIO e gostaria de levar a público compartilhando com vocês. Para acessar clique na imagem:

INSPIRAÇÃO

Há algum tempo atrás eu participei, se bem que contribuindo apenas discretamente, de uma comunidade 3D estrangeira, frequentada também por brasileiros. Ela funcionava divertida, muito bem dentro dos moldes pacíficos e sonhadores que citei acima. Havia total boa convivência baseada em respeito mútuo, gentilezas sinceras e um pouco de dificuldade de comunicação, devido ser uma comunidade internacional onde a maioria falava um inglês tosco, mas dava para a turma se entender. Era tão incrível passar horas ali, que a maioria dos frequentadores se encontrava todos os dias após o trabalho e apareciam mais cedo nos fins de semana. Daí posso imaginar como seria ainda melhor acontecendo nos moldes de METAVERSO. Espero que o "clima" continue assim. Vou deixar aqui o link do blog, onde eu narro com detalhes o estilo e a convivência desta Rede Social. Enquanto o Metaverso não vem talvez você se empolgue e queira participar, clique aqui em: "Loucos Por 3D!". Ou digite no seu navegador:

http://loucos3d.blogspot.com?m=0

Documento - 2022
bR


quinta-feira, 12 de maio de 2022

SUcAtA EsPERTA em: EsPETÁcULO EsPETAcULAR

 Duas coisas os Membros da Sucata Esperta, AU e Mi fazem bem: Descobrir belos Objetos feitos de SUCATA (reaproveitamento de materiais) e Viajar por incríveis PORTAIS. Levados pela aguçada Curiosidade FELiNA e um espantoso extinto AniMAl, eles sempre descobrem os melhores "pontos" de visitação das Cidades. Não foi à toa que acabaram conhecendo uma "FAdA MadRiNhA" que agora vive presenteando a dupla com Óculos Mágicos. Saiba mais sobre As NOvas LeNTES, clicando no "marcador" Sucata Esperta, bem abaixo do post.


_ Olá gente boa! Dando um RoLé pelo MoNTAGE?

_ A turma tem bom gosto amigo!

_ Podes crer...

_ Então mano. O que fazer hoje nesta cidade muito louca? Faz ideia?

_ Claro, sempre! Mas antes me responda uma coisa muito importante. Você gosta de CIRCO?

_ Ah, como não?! Sou Gato! Pulo de banda e ando na Corda Bamba. Pra ser sincero, devia tá trabalhando no Picadeiro, nem sei porque não.

_ É... Nascemos pra isto... E uma grande almofada fofinha. 

_ He, he... Mas diga. Qual é a boa pra "AGORA"?

_ Mais um presente da FAdA MadRiNhA. Dessa vez ela mandou estas "Novas Lentes" pra lá de espetaculares.

_ Vamos ver.. Uau meu! Que é isso?

_ É Isso! Bom demais!


_ Certo! E se Você também gosta de CIRCO, basta clicar neste Óculos Especial:


Ei! Mas se não gosta, continue Assistindo a tV. MoNTAGE a tV que INTERAGE!

Clique nos "marcadores" para acompanhar as sequências da programação.




segunda-feira, 2 de maio de 2022

FALaNDO SÉrIO: O SONHO DA INTERNET

 MoNTAGE documento: 2022 bR


Para muitos a Internet ainda continua sendo um sonho bom que se torna realidade. Um lugar onde se pode encontrar centenas ou milhares de pessoas que pensam igual, tem gostos parecidos em quase tudo e que oferece até meios de se comunicar uns com os outros, mesmo que habitem em outro bairro, estado ou país. Mas este post aqui, é dedicado àqueles que apesar das facilidades, se vê isolado perdido na multidão e se sente ou se sentem, como "Um Estranho no Ninho"*, personagem do filme do cineasta Miloš Forman, que foi filmado nos EUA, lançado e fez grande sucesso em 1976 no Brasil. Este termo, "Estranho No Ninho", se tornou uma expressão popular na época, em qualquer situação na qual o indivíduo se sentisse totalmente deslocado do ambiente social.

Neste caso, sendo você um solitário no meio da multidão, principalmente observando o animado ambiente de Internet e isto basta para gerar um certo constrangimento, temos que lembrar que todo este esfuziante movimento de companheirismo, onde pessoas procuram se encaixar e se unem aos seus iguais, não passa de mera ilusão mesclada de parte oculta e egoica e parte realista e solidária. Antes de tudo é preciso observar que a Internet é apenas o reflexo do que a sociedade é em todo o planeta, variando apenas de localidade e cultura. A diferença da sociedade no mundo real, é que nela não aparece revelado claramente o caráter coletivo. Olhe pela janela de sua casa, para rua. Você sabe o que pensa aquela pessoa que passa? Ou quantos moradores você realmente conhece? Como vivem, quem são e o que realmente pensam. Nem mesmo na escola ou no trabalho ninguém é capaz de ter certeza destes detalhes sobre seus colegas. Quando se entra no mundo online, temos a impressão do desnudamento de quem nos cerca, respondendo nossas ideias com mensagens nas caixas de postagens;  as personalidades discutem, elogiam, apoiam, ofendem, perseguem e fazem isso de maneira tão indiscreta, como se de fato tivessem muita intimidade e certezas, mas a verdade é que ninguém se conhece e geralmente também sabem pouco acerca dos assuntos comentados. Bem, estão ali justamente para se informar ou tentar aprender algo mais.

Com certeza hoje, assim como antes, existe centenas, milhares, milhões de solitários diluídos, misturados no mar da Web e antes vivendo por aí as suas vidas. O gosto pela literatura contribuiu bastante até hoje para unir e identificar grupos, estilos de vida e interesses. Daí surgiram Best Sellers, jornais e revistas. Então você se pergunta, mas onde estão? Acredito que será mas fácil encontrar a minha turma na Internet, mas não acho.  

Já que você chegou até aqui, na tV MoNTAGE, encontrou ao menos um bom pouso para descansar. Temos alguns presentes:

1) Esta poesia imagem engarrafada, para donwload,  talvez um tônico para dar coragem e seguir viagem. Quando voltar, sua visita será sempre bem chegada, o tV MoNTAGE já é um blog bem grande e não está limitado apenas as coisas do "hoje e agora" e se não tiver novidades, basta ler as postagens anteriores.


2) Para quem gosta de vídeos de Arte, temos um canal exclusivo no YouTube, clique: "AQUI".

Encontre entre outras a pasta "Para Presentear", na playlist. 

3) Talvez você queira entender melhor esta vida paralela do outro lado do espelho, na vida virtual. Mas para isso terá que gostar de ler, para acrescentar mais informações e ler a nossa opinião, entrando nesta página da imagem a seguir, "OnLine". Clique nela:


Nossa! Mas o que este RÁDiO faz aqui?


Clicando no texto acima da imagem ONLINe, você irá notar que tem "tudo a ver". Mas tanto o post quanto o momento, é apropriado para Lembrar que neste ano de 2022 , estamos Comemorando os 100 anos de rádio no BRaSiL.
Com muita gratidão, pelos dias e momentos felizes que podemos sintonizar o "nosso radinho", escolhemos esta emissora de rádio, entre todas as outras também merecedoras de elogios, como uma referência especial, da rádio, no mundo, no BR e agora ONLiNe. Clique, aliás, ligue este rádio, ouça e aproveite!


sábado, 30 de abril de 2022

VEGaNOs X VEGaNOs

 Notícias Quentes e Fresquinhas, em mais um MoNTAGE EcoLógica Com Apresentadora LuLu!




Olá Pessoal!
Diretamente dos Bueiros Urbanos da Periferia:

" A Associação RAVA de Ratos Veganos Aloprados, "Por um Bueiro Vegetal", acabam de entrar com processo, contra Rato Vegano, um atual líder independente, bem sucedido da comunidade de Roedores da cidade! Acusação:
*Esse picareta, ultraja nosso movimento humanitário, vendendo receitas falsas, em nada Veganas, se dizendo passar por um ecologista independente.* 
A acusação e o julgamento, se dará brevemente, no segundo Varal de Justiça, da zona norte, onde a denúncia foi denunciada. Apesar de ter direito a um advogado de defesa, o réu roedor, solicitou da magistrada do Varal, o direito de ele mesmo fazer a sua defesa, o quê prontamente foi aceito e concedido pela juíza Juaci do Banhado. 
Em contato com a nossa tV, ele preferiu não passar nenhuma informação, afirmando que está guardando os seus argumentos para o dia do julgamento. 

Segundo os informantes da Justiça, caso Rato Vegano seja considerado culpado ele estará sujeito a ter seu livro de Receitas de apenas uma página, impedido de ser republicado,  divulgado e vendido, mesmo aqueles que já foram impressos em nosso país. Nada impede no entanto que ele publique em outro país. E, caso ele ganhe o processo, terá direito a ser indenizado pela RAVA, por "transtornos morais", se for de sua vontade. O valor, será estipulado pela juíza, em torno de no máximo a venda de dez mil exemplares do livro de receitas e no mínimo no valor de mil livros publicados. De acordo às informações vazadas no Varal, a RAVA, ficou com muita raiva ao ser comunicada sobre as consequências deste processo. Mesmo assim insistiram e persistiram em dar proceguimento. "Por um Bueiro Vegetal, em favor da saúde mental de nossas crias neste dias tão desumanizados do nosso pLAneTA. A causa vale o desafio! _ argumentaram."
Quanto ao Rato Vegano, parece preocupado e poupando mais. Contudo, a venda de seu livretinho já rendeu o suficiente para ele investir em outros empreendimenros. 

Enquanto aguarda o dia do julgamento, tvMontage vai para as ruas entrevistar a população:
Lulu: _ Quem você acha que vai vencer esta parada? VEGANO ou a RAVA?
_ Humm... Tá difícil viu. Mas tô louco pra saber.
Lulu: _ Você, já provou as receitas do Ratão?
_ Claro, delícia!
Lulu: Qual sua opinião sobre as receitas do Ratão? 
_ Sinceramente são muito práticas e econômicas. Quanto ao gosto não acho tão  apetitosas não. 
_ Eu acho saudável, tenho organismo delicado.
_ É boa pra criança, muito leve. 
Lulu: _ Você concorda que as receitas Veganas do Ratão são saudáveis.
_ Olha dona, eu sou carnívoro. Pra mim tô fora!
_ Ah, nem pensar. Num estou de dieta não.

Segundo a enquete de três dias, a turma da tvMontage conclui que a população dos Bueiros da cidade está bastante dividida. O que é unânime é o óbvio, todo mundo quer saber onde esta história vai parar. Entrevistando um especialista, versado em movimentos sociais coletivos, o escritor famoso, autor de "Roendo Meu Queijo Às Encondidas", R.R.R. LuLu questiona:
_ Ao que você atribui o grande sucesso deste livro tão polêmico, Receitas Vegano Do Ratão?
_ Certo, certo, boa pergunta. O Ratão foi muito feliz nesta receita usando os quatro ingredientes básicos para um sucesso coletivo: Liberdade, novidade, modismo e simplicidade. Principalmente para a juventude, que não tem condições econômicas de gastar em ingredientes para experiências veganas. A RAVA, também é novidade mas tem muitas regras, maçantes para muitos jovens que querem se engajar em algum movimento, rapidamente. 
Lulu: _ Entendo... Sem muito esforço, né?
_ Exatamente. De um jeito independente e prático, os Ratinhos já podem se exibir como veganos. 

Dias Depois, finalmente chega o momento do esperado julgamento Veganos X Veganos, no Segundo Varal de Justiça Pública da Zona Norte, da periferia.

Todos presentes, público, jurados, promotor, indiciantes e indiciado, aguardam a chegada da Juíza De Direito Juaci do Banhado. Em horário previsto, a juíza entra no tribunal e dá início a seção, batendo seu martelo. Ambos os defensores são chamados, promotor em defesa da RAVA e Rato Vegano em sua própria defesa.
A juíza lê a acusação em voz alta e pergunta, se dirigindo aos dois quem deseja se pronunciar primeiro. O público está tenso. Lulu roe as unhas nervosamente, mas ninguém repara. 


O promotor não perde tempo em se expressar:
_ Estamos aqui para por em evidência a falsidade ideológica deste rato, que se diz Vegano e claramente engana a população vendendo receitas falsas, que põe em risco o nosso movimento. Temos aqui em mãos, como testemunha, o próprio panfleto que ele chama de livro. E gostaria de lê-lo, pois é tão diminuto e insípido, que não levará nem cinco minutos. 
(Leia rapidamente o documento clicando neste link, do post, e volte aqui: Livro de  "Receitas Vegano Do Ratão".)
Juíza: _Relevante!
Após a leitura em voz alta, a Juíza se dirige a Rato Vegano.
_ Tem algo a dizer em sua defesa?
Rato Vegano: _ Meritíssima, em minha defesa tenho a dizer que minhas receitas não provocam nenhum dano a saúde dos meus leitores e seguidores.
_ Irrelevante! _ interrompe o Promotor. _ Não está em julgamento a qualidade nutricional de suas receitas e sim se elas são ou não Veganas. _ A Juíza no entanto, mantém a palavra com Rato Vegano: _ Tem mais alguma coisa a dizer?
_ Sim, ainda não conclui. Estou sendo acusado de falso Vegano, mas as minhas receitas são mais naturalistas que as receitas Veganas, que tentam forjar os sabores naturais. Elas são ao meu entender muito mais falsas ideologicamente, no entanto eu não persigo os 
membros da RAVA. É óbvio que eles temem o meu sucesso e concorrência. 
_ Com a palavra, o Senhor promotor _ diz a Juíza.
_ Desejo interrogar o réu. _ Prossiga _ responde a Juíza.
_ Senhor Ratão. Responda sinceramente, o senhor é um rato Vegano? 
_ Eu sou um rato naturalista. 
_ O senhor não respondeu a minha pergunta. Afinal, é ou não é Vegano?
_ Os veganos são ou não são naturalistas. Pode me esclarecer? De onde provém a idéia vegana, de origem naturalista em favor de uma cozinha mais natural, ou de uma cozinha mais artificial e contaminada de elementos nocivos a saúde.
_ O promotor não precisa responder _ interfere a Juíza.
_ Evidente Meretíssima. Mas faço questão de responder. Claro, que somos naturalistas. Mas somos vegetarianos e consideramos o ato de comer carne uma desumanidade.
_ Mas eu não sou humano, eu sou um rato. E mesmo que fosse humano, ainda sim seria natural para mim comer carne, ou comida de origem animal. Seria muito esquisito uma lebre ou uma cabra comer peixe ou carne. Um gato só comer legumes. Seria extremamente contrário a sua natureza.

Neste ponto do julgamento, parecia qua a juíza começava a se divertir  ouvindo o debate ideológico. A platéia também estava hipnotizada. Mas o promotor ficou meio confuso com os argumentos do Ratão e pediu um recesso, para meditar.
Juíza: _ Pausa de quarenta minutos para o lanche! _ Bateu o martelo e saiu, carregando um sanduíche.

Apesar de muito ágeis em escapulir por buracos, metade dos presentes ficaram no tribunal ao redor de Vegano, molhando a garganta com refresco e dando atenção a alguns amigos que faziam sua segurança. Lulu preferiu ficar de longe, conversando com seu fotógrafo e enviando torpedos informativos para a redação.
Nos bastidores: _ Mas afinal, vc gravou ou não gravou a matéria?...

O Promotor estava por alí escondido, enfrentando o mal humor da RAVA. 
_ Ratos, vocês precisam me dar mais argumentos pra encurralar o Ratão...

Terminado o tempo, Juaci do Banhado retorna balançando a Toga elegantemente, dá um arrotinho discreto e três marteladas bem fortes. A seguir fala curto e grosso: _ Silêncio no tribunal!
Nunca um silêncio foi tão bem vindo. A turma toda curiosa correu pra sentar, ouvir e escutar!
O Promotor foi o primeiro a falar, antes que a Juíza desse por iniciada a seção, mas ela preferiu não interromper. 
_ Meritíssima juíza, Senhores Jurados, estamos aqui para discutir a  veracidade das receitas do réu e sobre o direito de uso da palavra Vegano em suas receitas claramente não veganas. Como foi observado, ele mesmo admite não ser um Vegano convicto ou legítimo.  Segundo ele mesmo, duvida da ideologia, sendo assim usa este título apenas para fazer negócios, manipulando o público com propaganda enganosa. 
A seguir, Ratão também responde sem ser convidado.
_ Meritíssima, devo lembrar ao público e aos jurados que a palavra Vegano, não é uma marca registrada. Além disso, outras tendências podem surgir desta novidade, que ainda não é sequer reconhecida cientificamente, está sob consultas e pouco se sabe de suas consequências. Minhas receitas são peculiares, com meu rótulo exclusivo, Receitas "Vegano do Ratão". Talvez fosse diferente se eu vendesse, receitas Veganas do Ratão.
_ Mas o senhor afirma na sua publicidade o seguinte: Seja um Rato Vegano lendo o nosso livro, blá, blá, blá. E nele não existe nenhuma receita Vegana.
_ Na sua interpretação Vegana, talvez não. Mas no meu novo estilo de Veganismo sim. Um veganismo mais realista, mais naturalista, enfocando mais verduras na nossa dieta. Estou até pensando em incluir, algumas carnes saudáveis, além de queijos e ovos também. 
_ Mas isso não é nada Vegano, é comida comum já há milhares de anos.
_ Isso mesmo! E graças a ela estamos vivos até agora. 
_ Pois eu acho que o senhor é maluco, além de vigarista!! 
_ E eu penso que o seu movimento é presunçoso, separatista e desrespeitoso quanto aos animais carnívoros tentando rebaixá-los a espécies inferiores. Nós ratos somos Onívoros, podemos comer de tudo. Vigaristas são vocês!

Nisto a Juíza resolve intervir com umas tantas marteladas e avisa:
_ Se ninguém do jurado se opõe, creio que já podemos julgar o Réu, Senhor Ratão, de cognome Rato Vegano. Algum dos Jurados quer fazer alguma pergunta? Alguém presente na platéia tem algo a dizer como testemunha contra o réu? _Todos permaneceram calados. _ Assim sendo, o jurado tem trinta minutos para decidir a sentença. 
Os jurados são encaminhados à uma sala fechada, para decidirem e votarem contra ou a favor. 
São momentos difíceis, angustiantes e o calor aumentou no ambiente. Mas o júri retorna a sala do tribunal e um envelope é entregue à meritíssima. Ela retira o documento do envelope, lê e declara:

_ "De acordo o relatório, assinado por nosso jurado presente, no Julgamento do Sr. Ratão, acusado de Ultrajar a Associação RAVA, vendendo e divulgando o Livro de sua Autoria, Receitas Vegano do Ratão, temos como veredicto final do julgamento a seguinte sentença: O Sr. Ratão é declarado INOCENTE."

Uma grande euforia popular toma conta do ambiente.
_Urra! Urra! Viva o Ratão!
_ VegAnO é o Cara!

_ Silêncio! Silêncio! Silêncio no tribunal! _ Grita a Juíza, martelando direto, até que todos se acalmam e obedecem finalmente.
_ Então, Rato Vegano. Deseja cobrar a indenização que cabe por direito já que foi declarado inocente? 
_ Minha opção é uma indenização de valor mediano. Vou usá-lo em favor de causas ecológicas na nossa periferia. 
_ Declaro que a RAVA deverá pagar ao Rato Vegano, o equivalente a cinco mil exemplares do Livro, objeto principal deste processo. Mais um Bônus de 10% do valor total em benefício a este Varal Judiciário. Tenho Dito!  

A Saída do Rato Vegano do tribunal, foi esplêndida, com direito a fotos, filmagens e tudo mais. Mas ele catou Lulu na multidão e somente a ela concedeu uma exclusiva:
_ Me diga Rato Vegano. Já tem algum projeto novo para o futuro? 
_ Com certeza! Vou implementar o molho de calabresa no Patê de Queijo no Pão!
_ Com ou sem calabresa?
_ Com calabresa. Só a essência! Um quilo de calabresa cozida, frita, moída e coada, dá pra fazer sumo de uns 100 sanduíches. É uma receita para festas sabe? Vou fazer outro livro, para coquetéis e eventos. 
_ Mas o que vai fazer com o resto das calabresas?
_ Ah, tô pensando em vender como patê dietético para a comunidade Felina. O que acha?
_ Bem natural! Mistura na ração...

Enquanto Isso Nos Arredores
Da CiDADE...
_ Nossa, dessa vez ele me surpreendeu. Será que o Ratão tá deixando de ser Vigarista?
_ Sei lá... Mas a esperança é sempre a última que morre. 

quarta-feira, 27 de abril de 2022

Cozinha Alternativa :: Comida Natural MoNTAGE.

 DiCAs da Cozinha NAturaL

RECEITAS Da TIA



Anos 70, uma década de muitas mudanças nas cozinhas. A Contracultura como o nome já diz, está sempre andando ao contrário das culturas que,  ou se estagnam ou que se degradam. Tudo ia muito bem, com a deliciosa comida saudável feita por nossas famílias e ancestrais, algumas novidades industriais também eram apreciadas e aderidas, mas de repente, algo começou a desandar neste bolo e a corromper, degradar e introduzir novos hábitos alimentares na sociedade nocivos a saúde. Variando de agrotóxicos nas plantações a exageros alimentares e antiecológicos, que daria aqui uma lista quilométrica, mas que hoje ainda bem a população já se torna consciente em muitos aspectos. Então a geração de Contracultura e simpatizantes começou a desenvolver a "Comida Natural", em favor dos bons valores já existentes e introduzindo novas idéias estudadas e coletadas de fontes especializadas em comida medicinal, como a Macrobiótica, a alimentação Antroposófica e toda e qualquer cozinha oriental ou ocidental que fosse comprovadamente saudável. Saiba "muito mais" entrando nos links a seguir, porque esta história não para por aí.



"Tendências gastronômicas do século XX - Revista Cientifica"

"O alimento como remédio natural”

Saúde e estilo de vida alternativo no Brasil da década de 1970.


Clique Nos Links DAs Imagens Acima!

terça-feira, 19 de abril de 2022

SE Hospedando No CaSTELO

 Esta estória começa neste outro POST, entre no link, leia e volte Aqui: "A Magia Dos BReChÓs"

Há muito tempo TcP apresentadora de tV, às vezes pseudoarqueóloga, vem se preparando pra conhecer e se hospedar em um Castelo Medieval.

_ Você vai na minha mala.
_ Tá legal, mas eu só espero que este Castelo não seja assombrado. Eu tenho medo destas coisas.
_ Bem, isso não posso garantir. É comum encontrar fantasmas em Castelos. 
_ Ai, ai...

_ Vamos pegar este "Nôitibus" bruxo da Saga Harry Potter. *
_ Porque não usamos um ônibus comum?
_ Bobinho, estamos viajando para a Europa, a centenas de milhas daqui. Além disso, atualmente este CAsTeLO, virou um museu. Como você imagina que eu poderia me hospedar num museu? Só usando um portal mágico!

* Ficção de J. K. Rowling.

_  Uffa! Finalmente chegamos! Que beleza, um Castelo Medieval. Hum... Aqui no mapa diz que a passagem mágica para turistas fica na Lateral Oeste, por ali...
_ Nossa, até parece o "mapa do MaRôto" *.
_ É... Parece que agora, todo Castelo tem um.

* Mapa mágico que aparece na Saga Harry Potter de J. K. Rowling.

_ Mas que névoa forte...
_ Ái! Que gelo! Eu tô todo arrepiado.
_ Já está amanhecendo. A entrada é por aqui!

Minutos Depois...
_ Que bom, conseguimos finalmente... Uffa!
_ Ei, alguém chegou na nossa frente e deixou a mala. Onde se meteu?
_ Vai ver foi ao banheiro.
_ Ou foi procurar um quarto. Vamos procurar também. Mas leve a mala!
_ Nada disso. Agora você leva a mala e eu levo o mapa. 



_ Era tudo que eu queria, um quarto medieval, aquecido e isolado.
_ Eu também. Vou dormir dentro do cortinado.
_ Vamos só tirar uma soneca, tá. Temos que aproveitar a tarde pra andar por aí. 

...Duas horas depois..
_ Acorde sonolento, acorde! Veja isto, enfiaram um convite por baixo da porta. E está em seu nome!
_ Hum? Pra mim? O que diz?
_ Ao Sr. Fantasma e sua Amiga acompanhante.
Bem Vindos ao Castelo FaLAiSe!
Convidamos os Ilustres Turistas para o trimestral Baile Dos Fantasmas, no Salão Nobre, amanhã à meia NoiTe.
Assinado: "Fantasmas Da Normandia".
_ Nossa, o que eu faço?
_ Agora não tem como se esconder querido. Pelo visto, já sabem que estamos aqui e não seria nada gentil recusar um convite dos nossos anfitriões.

Durante a tarde, entrando e saindo em corredores, eles chegam ao Refeitório:
_ Ôba! Comida!
_ Que estranho, não se vê "viva alma". Ainda bem que neste mapa turístico mágico, tem uma Seção de Informações sobre tudo que podemos precisar. Aqui também tem os SerViçOS de HóSPedeS. Acho que vamos precisar deste: "Caros Turistas, avisamos que não há luz elétrica em todas as dependências, seguindo o requinte das antigas tradições do Castelo. Por isso recomendamos contratar o Serviço de Pronta Entrega de Archotes, basta assinar o pedido no balcão da cozinha. Para seu imediato conforto, "pode pegar", alguns disponíveis nas prateleiras." 
_ Boa ideia. 
_ Aonde eu devo assinar? Pronto, já estão encomendados.


Logo a seguir, dando uma "olhada por aí", entraram e saíram em salas diferentes, mas nada se parecia exatamente com um museu. 
_ Tenho a impressão, que o museu propriamente dito, fica aqui mesmo, mas do outro lado do portal mágico. 
_ Como se fosse dois Castelos no mesmo lugar.
_ Isso. Já notou que existe pouca mobília? Aqui por exemplo neste espaço não tem nada. 
_ Nem uma armadura. Caramba, tá ficando frio, tá escurecendo e a luz vai apagar.
_ Apagou! E eu esqueci a lanterna. Bela hora para os Archotes apagarem. 
_ Ei, olhe isso.
_ Serviço "De pronta Entrega"!
_ Mas que fofo. Ratinho você é um amor!
_ Bem na hora.
_ Rapidez e Eficiência, esse é O LeMA! _ diz o rato e como um relâmpago desaparece num minúsculo buraco. 
_ Rápido mesmo, nem esperou a "caixinha". Vamos voltar pro quarto.
_ Brrr.. Que frio, heim. 
_ Frio de Primavera.
_ Porque este CAstelo é tão importante pra virar MuSeu?
_ Eu não te contei?! Aqui era o Castelo de Guilherme O Conquistador, o Duque da Normandia que se tornou Rei da Inglaterra... blá, blá, blá.. longa história e cheia de mistérios.
_ .... Glup!..Emocionante.. Vou pesquisar na Internet.
_ Faça isso.
Tomando um atalho para retornar aos aposentos, penetraram num corredor ladeado por retratos, pinturas, gravuras e desenhos.

_ Hum... Parece o álbum de família dos antigos moradores. 
_ Os ancestrais! 
_ Com certeza. Mas tem também retratos de serviçais, jardins, animais, cenas de batalhas e as datas são todas de épocas diferentes. 
_ É, são várias gerações. Veja TCp, retratos do Rei Guilherme. Mas qual deles será o mais próximo do verdadeiro?
_ Difícil saber. Parecem homenagens de artistas tentando imaginar como ele era.
_ Pelo sim, pelo não, escolho este aqui com o elmo. 
_ Ah, não sei não. Tenho minhas dúvidas.

A Noite, no quarto de hóspede, No DiA Seguinte....


_ Já está quase na hora do Baile. Ainda bem que eu lembrei de trazer coisas de festa. Será que este cai bem em você? Experimenta.
_ Não gostei. É muito pesado...
_ Que tal esse? Rei do Cangaço! Mas acho que não combina com você. Hum... E este aqui? Cavaleiro Andante, levinho.
_ É o que eu mais gosto.
_ É feito de papelão, mas acho que eles nem vão notar. Está tão perfeito.
_ Você que fez estes adereços?
_ Não, peguei tudo emprestado da Internet. Mas o meu vestido eu que fiz. E o chapéu também.
Ficou bom?
_ Ficou uma beleza!
_ Ah, obrigada. Não posso esquecer de levar a câmera, óculos vermelho... Nossa, estou nervosa. Será que vai ser divertido? É o meu primeiro baile fantasma.
_ Pra ser sincero, é o meu também. 
_ Que interessante.
_ Anti social mesmo.
_ Bem, agora só falta bater as doze badaladas. 

Logo o relógio bateu, DOM! DOM!... DOM!... e eles foram para o Salão. Não se perderam porque treinaram a tarde inteira como acertar o caminho. Mas não foram entrando desabaladamente, suspiraram fundo na entrada coberta por cortinado.
_ Hí, eu esqueci do convite.
_ Mas eu não esqueci. Se precisar está na mão.
_ Então está tudo certo, né. Vamos entrar. Estranho esse silêncio, nem parece um Baile.
_ É um baile de Fantasmas.
_ Ah é.
Mal atravessaram o Umbral e ouviram os vozerios claramente, a festa parecia bem animada.
_ Incrível! Parece que toda comunidade Famosa FAntAsmA está presente. 
_ Ei, olha lá o Gasparzinho * e o Penadinho *! Mas eles não são reais... São Fantasias. Nunca imaginei que fantasmas se fantasiassem. 
_ Ora, é o que mais eles fazem...

* Gasparzinho, personagem de HQ de Seymour Reit e Joe Oriolo.
* Penadinho, personagem de HQ de Maurício de Souza. 

Subitamente um Fantasma de armadura se aproximando ofertou um saquinho de presente: _ Cortesia da Casa! 
_ Mas que gentil, é pó de Pirilímpi. _ sem responder ele deslizou flutuante e se afastou.
_ Você é capaz de reconhecer os famosos?
_ Só alguns TCp. E Você?
_ Eu também. Olhe aquela que linda chegando. Acho que é uma atriz de cinema mudo. Vou tirar uma foto.
_ Perdão, é proibido tirar fotos no BaiLe _ Interrompeu o fantasma do saquinho.
_ Não acredito, vou perder todas estas Celebridades? _ Mas nada impede tirar fotos depois do baile _ explicou a armadura, que parecia estar sorrindo ao se afastar.

Começaram a surgir músicos Fantasmas espalhados por todo salão, "Instrumentos Gósticos" que tocavam sozinhos e a música fantasmagórica envolvente distraiu nossa repórter, que ficou fascinada assistindo a turma rodopiando, subindo e dançando até o teto. 
_ Hora de usar o Pirilímpi amiguinho!

Sincronizadamente, todos flutuando juntos bailavam  sem parar. Nem mesmo TCp, às vezes repórter, às vezes dançarina de Ballet, sabia como que aquilo podia acontecer. O seu corpo, se movimentava involuntariamente, fazendo gestos e passos de dança seguindo uma coreografia coletiva de salão muito divertida e cheia de mesuras póstumas. Sem oferecer resistência, ela e seu "Cavaleiro Empapelado" fizeram um gracioso par. Depois desceram suaves. Alguns pares continuavam os bailados de Teto. Embaixo, notaram tochas de  coloridos exóticos, personagens fluídicos se  materializando, surgindo e se evaporando, risadas, cochichos naturais dos climas de festas. 
_ Nossa! Que incrível!
_ É, está muito bom. Ei, aquele deve ser o "Cavaleiro Sem Cabeça" _ mas haviam tantos decapitados ali e enforcados pindurados elegantemente por suas forcas, que colocava o personagem em dúvida, exceto é claro que ele tinha um porte mais soberbo e decidido que os outros. 
_ E aposto que o casal enamorado ali, será Heathcliff e sua amada Catherine _ comenta discretamente TCp, sem encará-los diretamente.

Mas quem são? 
_ Os protagonistas do bestseler O Morro Dos Ventos Uivantes, de Emily Brontë. E eu ainda não vi o Fantasma da Ópera...
_ Humm... Mas podem estar só interpretando. Repare só quantos Romeos e Julietas suicidas estão se exibindo _ ela observou que realmente o Fantasminha estava certo. Mas, não demorou muito para a atmosfera sombria se renovar e de repente tilintares de taças, Canecos de estanho e prata, bandejas de petiscos e manjares sobrevoavam passando pelos convidados. Rapidamente tCP agarrou um caneco que se encheu de Vinho, fluído de uma botija enquanto Seu Assistente preferiu encher a mão de doces. Imediatamente agradeceram às bandejas, Caneco e botija.
_ Não há de quê!
_ Não por isso _ responderam e seguiram.

_ Bem, fantasmas estão sempre muito ligados a paixões coletivas e deve ser daí que se extrai o glamour e as tradições.
_ Concordo. 
_ Contudo este Castelo aqui em especial, se mantém ativo desde o início da idade média até a história contemporânea. Não é apenas uma cápsula temporal antiga, preservando suas caduquices.
_ Ah não?
_ Não! O Falaise foi construído como fortaleza num ponto de  estratégica de guerra e já serviu e resistiu para vários combates durante os séculos. Sua última atuação aconteceu na Segunda Guerra Mundial. Ele foi quase totalmente arruinado, destruído pelos bombardeios inimigos. 
_ Caramba! Vou pesquisar na Internet...
_ Faça isso. Inclusive existem fotos dos destroços, em registros iconográficos, que se obtém online, pra quem gosta de pesquisar combates. 
_ Que fascinante...
_ E triste também.

Enquanto isso, justamente quando TcP acaba de " demonstrar seu conhecimento "fantásmico histórico", o salão se enche de cadáveres soldados combatentes modernos, trajando uniformes e capacetes da moda dos anos 40 do século Vinte. Eles se misturam aos outros convidados naturalmente e surge também uma figura incomum que se destaca.
_ Olhe, é um Cangaceiro. *
_ Uau! Ao menos um brasileiro por aqui.

Não demorou surgiram também Samurais, Índios guerreiros Americanos, Negros e Árabes  vindos da África. O Falaise mais parecia um campo de guerra.
_ Cruzes! _ diz Tcp.
_ É... ainda bem que estão dançando.

* Cangaceiro. Personagem justiceiro popular do Sertão do Brasil. 

Cochichando ao lado:
_ Às vezes basta um só homem para produzir um cenário tão catastrófico como uma guerra de milhares.
_ AFF! Chegou o emproado do Henrique Vlll. Espero que ele não abale as infraestruturas do Falaise. _ Sem querer TCp ouviu a conversa das damas fantasmas trajando ricos bordados ao lado e prestou atenção:
_ Todo ano, ao menos uma vez, ele aparece na esperança de encontrar o Rei Guilherme. Pra lhe dizer uns desaforos.
_ Mas acontece que Guilherme "descansou" em paz e não se transformou em fantasma.
_ Pois é. Mas o encrenqueiro não quer entender isso. Num ano ele veio ao baile com trajes de guerra, entrou berrando e berrava cada vez mais alto, " Apareça Guilherme! Seu Bastardo... Precisamos conversar! Eu vou te mostrar quem é que manda na Inglaterra!". Depois deu uma  gargalhada e foi beber com o bando de amigos.
_ Mas que exagero...
_ Arruaceiros! Já chegaram bêbados.

_ Ouviu? Kkk...kkk... _ pergunta tCP.
_ Ouvi sim... Kkk...
De fato a aparição de Henrique era bem emproada e se destacava. Também, seria o único Rei nesta Noite se divertindo por alí. Ele se manteve discreto. Por sorte talvez, ou não houve tempo adequado, pois um grande telão de Vídeo atraiu como um ímã e desviou a atenção dos convidados. Houve um silêncio mortal. 
_ É a homenagem de encerramento do Baile. A Opereta Dos Fantasmas, dedicada aos Fantasmas Guerreiros mortos em batalha _ explicou o Fantasminha.
_ Mas como você sabe disso?
_ Eu li no convite.
_ Não vi isso no convite.
_ Está escrito em "Letras Apagadas". Só para Ghosts. 

quarta-feira, 23 de março de 2022

"Opereta Do FantAsMa"

 AVISO! 

Recomendado para maiores de idade e pessoas que ainda NÃo Encarnaram No pLAneTA. Contém cenas de Luta.

Por: tCP Apresentadora de tV - Arquivo Sobrenatural.

O som da Opereta inundou o salão, alegre, solene e fantasmagórico. Tcp pensou que iria desmaiar, mas aguentou firme. Quando terminou o espetáculo, começou a clarear. Raios tênues da luz da madrugada atravessavam os janelões e nisto todo mundo evaporou gradativamente, menos seu amigo e TcP que teve que andar até o quarto.
Fim de Festa!

Dormiram como pedras. No dia seguinte ao acordar a repórter
não encontrou o Fantasminha, então se arrumou toda e saiu do quarto. Foi direto ao refeitório fazer o dejejum e procurá-lo, mas ele também não estava lá. Para sua surpresa desta vez haviam vários fantasmas petiscando bem animados em plena luz do dia.
_ Aonde andará este meu Assistente?

Depois de algumas voltas por corredores sombrios, saiu num salão iluminado de luz solar e repleto de fantasmas turistas circulando animadamente. Lá estava seu assistente, ainda vestido de Cavaleiro Empapelado. 
_ Achei você! Se divertindo, heim!
_ Acordei bem cedo e aproveitei para dar voltas por aí. Que traje bonito Tcp.
_ Ora, é o de sempre, só mudei o chapéu. Ei,  você tem uma máquina fotográfica! Já tirou muitas fotos?
_ Er... Ela é de brinquedo. Não tira fotos.
_ O quê?! Não acredito...
_ É sério. Aperta o botão e sai esguicho d'água. Quer experimentar?
_ Ah, não querido, obrigada. Acho melhor fotografar esta turma antes que desapareçam. 
_ Sabe TCp, eu gostaria de conhecer o outro lado também, o museu.
_ Quem sabe um dia. Eu também. Não só pelo valor histórico, mas afetivo.
_ Como assim, afetivo?
_ Eu não te falei? Meus ancestrais moraram aqui.
_ Que incrível! 



Apesar de conversarem em voz baixa, ouviram rizinhos e cochichos. Mas a repórter pode ouvir bem claro um comentário:
_ Imagine! Agora todo mundo vai dizer que teve parente morador de Castelo, hi, hi, hi...

Mas TCp fingiu que não ouviu e deu de ombros. Olhando ao redor, era óbvio que os fantasmas ali eram exóticos, criativos e divertidos. Estavam fantasiados de personagens de Contos de Fadas e outros mais.
_ Quantas damas sem cabeça! 
_ São Marias Antonietas. Conversei com algumas hoje cedo. 
_ Viu algum Napoleão? Kkk...
_Claro, vários.
Cenário perfeito para fazer uma foto panorâmica, nossa repórter disparou a máquina centralizando um incrível Ceifeiro que tristemente vagava alegremente. Click! Gemeu a máquina. Esperou um instante e puxou a foto, mas...
_ Ah, não é possível! Não aparece nada, só um clarão.
_ Deixe ver tCP. Hum... Você esqueceu de pedir para fotografar. 
_ Tem que pedir é?
_ Sim, do contrário nada feito. Mas que interessante, a foto já saí emoldurada. 
_ Eu também tenho os meus truques _ respondeu meio sem graça. 
_ Não fique triste não. Você pode me fotografar à vontade. 
_ Claro meu amor, não vou esquecer. Bem agora vamos trabalhar. Siga-me!

Tcp, às vezes repórter, às vezes decoradora retornou ao quarto e ela e seu assistente carregaram as peças decorativas que ela comprou no Brechó até a sala que pretendia decorar. Toda esta manobra foi bem rápida.
_ Vamos enfeitar o Castelo, depois tiramos nossas fotos. Na verdade eu gostaria de doar estas peças para o Falaise, mas não sei se vão aceitar. 
Estavam bem entretidos e faltava pouco para terminar a decoração, quando de repente tiveram uma visita surpresa de dois ratinhos curiosos, o Entregador de Archotes e uma graciosa ratinha uniformizada elegantemente:
_ Oh! Quem é você linda?
_ Esta é minha amiga Camareira _ respondeu o rato.
_ Que bela decoração madame. Podemos olhar?_ Pode sim querida. Aliás, vocês apareceram em boa hora. Eu tenho uma pergunta a fazer, sobre algo que não está escrito no Serviço de HóSPedeS.
_ Do que se trata?
_ Bem, eu gostaria de doar estas peças para o Castelo. É claro que elas não são tão antigas, eu sei.
_ Sim, o Castelo aceita doações para o acervo histórico. Basta falar com a Governanta e ela encaminha as doações ao Departamento Cultural. Neste momento ela se encontra no refeitório, vá ao seu encontro.

O coração da repórter explodiu de alegria e ela disparou correndo para o Refeitório. Que sorte! De fato ela estava lá, arrumando a mesa para o almoço. TCp, chegou ofegante e se apresentou, como repórter da TvMontage. Após muitos blás, blás, blás a Governanta respondeu:
_ Fique sabendo que sua presença é muito bem vinda, TCp. "Aqui estamos de Olho na tV!"_ isto comoveu. _ E não se preocupe já já vou encaminhar a sua doação. Termine a decoração e o resto fica por conta da nossa equipe. Mais tarde você receberá o recibo Oficial. 

De volta na sala decorada, Tcp estava toda esfuziante, enquanto os ratinhos observavam.
_ Dona tCP, eu tenho um pedido a fazer _ falou o rato dos Archotes.
_ Diga.
_ Já que está fazendo doações, será que me daria aquele chapéu de Cangaceiro? 
_ Como sabe que eu tenho esse chapéu?  Entendi, vocês foram arrumar o quarto e encontraram. 
_ Isso mesmo _ disse a camareira.
_ Tudo bem, pode ficar pra você mas com uma condição. Só se eu tirar fotos de vocês dois. 
_ Combinado! _ Assim como entraram, sumiram rápido e logo retornaram. O ratinho agora já usava o chapéu do Rei do Cangaço. Então tiraram várias fotos, para o álbum de viagem e os ratinhos ganharam cópias de lembrança e amizade.

Mais tarde no quarto, chegou nova correspondência pela janelinha da porta. Um rolo de papiro. Era o recibo oficial:
" À Senhora TcP, Apresentadora de tV, às vezes decoradora, às vezes Turista de ambientes mágicos,
O Departamento Cultural e Histórico do Castelo Falaise, agradece a sua doação de Objetos. Eles estarão guardados em nosso acervo para uso em eventos especiais da nossa programação.
Do Setor Mágico.
Assinado: B. X. Temberg.
Membro Patrimonial de Falaise - 2022
Fantasmas da Normandia - França "


E assim termina a Aventura "Se Hospedando No Castelo" e se você também deseja visitar o Museu Histórico Falaise, basta entrar no link, clicando na imagem do Castelo no final deste post.

De Volta Pra Casa, no ponto do "Nôitibus" bruxo...
_ Já estou com saudades da minha caminha dentro do armário. 
_ A semana passou voando, né? E nem encontramos aquele hóspede, que esqueceu a bagagem na entrada.
_ Vai ver ele estava de saída mesmo. 
_ Bem pensado. Aí, aí... Não vejo a hora de publicar a matéria. O Nôitibus chegou. Vamos nessa.
_ Adeus França! Adeus Normandia!


"Álbum de Viagem"
tV MoNTAGE - Documento - BR 2022




"Château Guillaume Le Conqueror" 








Agradecimentos aos artistas anônimos e fotógrafos doadores de imagens grátis, coletados em bancos de Imagens da Internet. 


segunda-feira, 21 de março de 2022

A MagiA Dos BrechÓS

 Por: tCp Apresentadora de tV. Às vezes "pseudo arqueóloga".

A MagiA ainda me atrai profundamente e por issO o MaNuAL de Maga e Min, continua sendo um dos meus *livros de cabeceira* preferido. Ele foi lançado em 1988 pela Disney e publicado aqui no BR pela Nova Cultural; a capa está velhinha, amarelada, uma beleza. Aliás como deve ser qualquer Manual De Magia que se preze. Mas, se faça justiça, nada melhor para me atrair e encantar que um velho e bom brechó. Ah... (suspiro).. Como eu amo os BrechÓS, grandes e arrumados, pequenos e atravancados, não importa. São como Verdadeiros Santuários, Cápsulas do TemPo. De livros, Roupas ou Objetos, me convide para visitar um e já se ganhou o Dia. Se Vc ainda não parou para averiguar, confirme:


" Numa rua muito agitada, pessoas passando apressadas, o trânsito barulhento agitado e de repente se Vê, uma portinhola, ou uma entrada com vitrine e uma "tabuleta escrita: Brechó", entre. Caia lá dentro e perceba, a ruptura dimensional, o som se esvaindo, a atmosfera se alterando. Certamente, você estará suspenso num tempo indeterminado. Daí, cada detalhe, cada objeto que atrai conduzirá a uma viagem extraordinária. Não importa a época das coisas expostas, cada uma destas lojas carrega todo tipo de bugigangas. Seja por aparências, as possíveis história que virtuaram, simples ou sofisticadas, misturadas ali se encontram até antiguidades raras. " Veja por exemplo algumas peças da minha CoLeÇãO, infelizmente apenas virtual:


Miniatura de piano inglês, da marca Hering. Eu poderia ficar tocando o dia inteiro neste pianinho!


Olhe só este antigo abajur! Parece uma peça futurista e de um futuro luminoso que ainda não chegamos. Uma gota de luz. Encontrei um par na web, participando de um leilão. 


Esta pintura a óleo, sobre madeira representando a natureza, me remete ao tempo dos Astecas. Será que o artista se inspirou nesta época ou é apenas um fruto da minha imaginação?
Tv Miniatura. Ah, essa eu tenho e é um belo CacARecO! Se não me engano, valerá uma fortuna no final do SécuLo. 


"Vocês devem estar se perguntando, porque estou fazendo esta coleção. Há um motivo realmente. Pretendo brevemente fazer uma visita a um Castelo e me hospedar por uns dias, então vou levar alguns objetos para decorar. Desde já estão convidados e quando tudo estiver pronto para a expedição, vocês serão meus acompanhantes online. AguardeM!"

Enquanto Isso Nos Arredores
Da CiDADE...
_ Daqui há pouco minha casa 
Vai virar um Ferro Velho!
_  Daí vc faz negócio! E um
pouco de ReTrÔ é tudo de
bom, dá uma quebra na 
monotonia da decoração.